BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

sexta-feira, 23 de julho de 2010

3ª CPM/2º BPM - APODI


 A 3ª CPM/2º BPM-APODI----é o braço armado da sociedade contra o crime nos municípios de Apodi, Caraúbas, Felipe Guerra, Itaú, Rodolfo Fernandes e Severiano Melo. Antes da instalação da companhia  em Apodi e região era registrada uma grande onda de assalto em agências do Banco do Brasil, Nordeste e Correios, como também ocorria assaltos quase todas os dias. Ninguém podia mais possuir uma moto ou carro que os bandidos tomavam. Na Zona  Rural o pobre coitado do agricultor era constantemente assaltado, além de perder seus bens, ainda era espancado pelos marginais. Aqui em Apodi os bancos do Brasil e Nordeste foram assaltados por diversas vezes. Depois da instalação da companhia assalto a bancos e correios nunca mais foram assaltados violentamente, e sim, arrombados, enquanto, os assaltos a motos, veículos e à carga diminuíram consideravelmente. Além disso, a violência diminuiu bastante. Antes era comum qualquer marginal reagir contra a guarnição, tudo porque ele sabia que na cidade somente existia aqueles 3 simples policiais, numa viatura velha e com um simples revólver;   mas na  cidade dispõe de um grupo especial, estou me referindo ao GTC-Grupo Tático de Combate.

APODI MERECE UM BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

BLOG DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

O Blog da 3ª CPM (POR TRÁS DAS GRADES), um dos mais visitados é de responsabilidade do SOLDADO PMFRANCISCO JAKSON FRANÇA VIEIRA natural de Apodi, nascido em 2 de junho de 1985, filho de Francisco das Chagas Vieira e de Rosa Maria de França. Ingressou na Polícia Militar no ano de 2005, formado na sede do 2º BPM, em Mossoró. No mesmo ano foi transferido para a sede da Companhia de Polícia de Apodi, posteriormente foi designado para destacar em Felipe Guerra. serviu ao GTC da 3ª CPM/2º BPM. Atualmente é responsavel pelo blog da 3ª COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR, com quase um milhão de visitas

quinta-feira, 22 de julho de 2010

APODI ANTES E DEPOIS DA 3ª CPM/2º BPM

Hoje, Apodi, na óptica crítica, após anos de história, apresenta duas fases, que vem antes e depois da instalação da TERCEIRA COMPANHIA DE POLÍCIA, assim vejamos a que antecede o período de 1990 a 2000, traduz a página mais cruel de sua história: a violência, o município era um dos mais violentos do Rio Grande do Norte, com homicídios insolúveis, chacinas e assaltos as agências dos bancos do Brasil e Nordeste. “Era tida como uma terra sem lei constitucional, a lei vigente era chamada de “LEI DO GATILHO” e do “SILÊNCIO”. NÃO SEI, NÃO VI ERA O PRINCIPAL DEPOIMENTO DAS TESTEMUNHAS. Era estarrecedora a onda de violência. Naquela década a criminalidade assustou totalmente a hospitaleira população apodiense, com uma média de dois homicídios por mês e sem nenhum criminoso na cadeia. Muitos apodienses perderam suas vidas por burrice, achando que o crime organizado era uma maravilha. Na realidade alguns deles construíram um belo patrimônio, porém, não adiantou nada, haja vista que não ADIANTA CONSTRUIR UM PATRIMÔNIO SEM A DEVIDA PERMISSÃO DE DEUS. Nunca vi um bandido APOSENTADO. No máximo permanece no sub-mundo do crime por um período de 10 anos, os artistas chegam próximo, mas, os buchas são presos ou morrem nos primeiros delitos. As policias: militar e civil estava totalmente perdida, e para piorar a situação, com envolvimentos de alguns policiais. Aqui vem depois da companhia, deixando de ser uma sem lei, para ser uma cidade com lei e menos violenta. Não podemos dizer que aqui não há violência, existe sim, porém, não como antigamente. Não existe uma formula de zerar o crime, até porque ele existe desde início do mundo, quando só existia uma família e mesmo assim um irmão matou outro, ou seja: CAIM matou ABEL.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

CAPITÃO PM JOSÉ MARCOS HONORATO DE CARVALHO


A 3ª Companhia de Polícia Militar tem novo comandante, trata-se do Capitão PM Carvalho que no dia 12 de agosto de 2009, assumiu o comando da Subunidade Policial Militar, subordinada ao 2º Batalhão de Polícia (Mossoró), na vaga deixada pelo Capitão REGINALDO NUNES DA SILVA, que havia assumido o comando da Companhia no dia 12 de março de 2009, permanecendo no cargo por um período de cinco meses.
PERFIL DO NOVO COMANDANTE:

CAPITÃO PM JOSÉ MARCOS HONORATO DE CARVALHO, natural de Marcelino Vieira, nascido em 8 de dezembro de 1970, filho de Francisco Honorato Lopes e de Maria de Souza Carvalho Lopes. No posto de Tenente ele exerceu o cargo de comandante dos Pelotões PM de São Miguel, Apodi (04/05/1999 – 21/02/2000), e de Caraúbas. Como também comandou a 4ª Companhia de Polícia Militar, com sede na cidade de Areia Branca, no período 3 de agosto de 2005 a 2009. Ingressou na gloriosa e amada Polícia Militar no dia 27 de janeiro de 1995, na condição de aluno-a-oficial, concluindo o Curso de Formação de Oficiais na Academia de Polícia Militar “Coronel Milton Freire”, em Natal, no ano de 1998, Foi promovido ao posto de Capitão em dezembro de 2006. É o 6º oficial PM a comandar a Companhia de Apodi, primeiro foi o tenente FRANCISCO ERIBERTO RODRIGUES, 2º foi CAPITÃO LEONIDAS EVARISTO (29/04/1955- 06/08/2008), 3º - Capitão EDUARDO FRANCISCO DASILVA, 4º - Capitão ALESSANDRO GOMES DE OLIVEIRA, 5º - TENENTE ADERLAN BEZERRA DE ARAÚJO. 6º - REGINALDO NUNES DA SILVA e 7º - CAPITÃO JOSÉ MARCOS HONORATO DE CARVALHO.

De acordo com alguns políticos e populares de Apodi, a população apodiense está gostando do comando do Capitão Carvalho, o qual começou acertando na mosca, fazendo blitz e apreensão de algumas armas. Apodi está precisando urgentemente de um comando que realmente esteja constantemente no comando do policiamento oestensivo e pelo visto o nosso atual comandante está fazendo, estando presente na guarnição. A presença do comandante da Companhia na guarnição é essencial

CAPITÃO REGINALDO NUNES DA SILVA


Na manhã do dia 12 de março de 2009-quinta-feira, ocorreu na sede da 3ª Companhia de Polícia Militar, situada na Rua Miguel Ferreira, bairro Rodoviária, na cidade de Apodi, a solenidade de transmissão de cargo de comandante da Subunidade Policial Militar, subordinada ao 2º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Mossoró, com a presença do Coronel PM FRANCISCO CANINDÉ DE FREITAS, comandante do CPI-Comando de Policiamento do Interior; Tenente Coronel ELIAS CANDIDO DE ARAÚJO, comandante do 2º BPM, de Mossoró; e do Major PM ROMUALDO BORGES, comandante do 7º BPM de Pau dos Ferros. O 1º Tenente PM ADERLAN BEZERRA DE ARAÚJO passou o cargo para o Capitão REGINALDO NUNES DA SILVA, este que comandava a 2ª CPM/7º BPM,na cidade de Patu. O Tenente PM Aderlan desde 30 de maio de 2005 comandava a Companhia de Apodi, o qual, durante o período de quase 4 anos, realizou um grande trabalho, principalmente no que diz respeito a estrutura física do prédio da Subunidade, a transformando totalmente, hoje uma digna sede de companhia, capaz de ser sede até mesmo de Batalhão de Polícia Militar. Apodi, com quase 40 mil habitantes, há muito tempo já deveria ser sede de Batalhão. Veja o exemplo de Pau dos Ferros, com apenas 26 mil habitantes, desde 2001 é sede do 7º BPM-Batalhão Coronel André Fernandes
PERFIL DO NOVO COMANDANTECapitão PM REGINALDO NUNES DA SILVA, natural de Natal, nascido a 28 de julho de 1971, filho de Geraldo Nunes da Silva e de Anália Santos da Silva. Ingressou na PM RN, a 23 de dezembro de 1994, na condição de aluno-a-oficial, concluindo o Curso de Formação de Oficiais em 1997, na primeira turma de Oficiais formada na Academia de Polícia Militar “CEL Milton Freire”, em Natal. Em 2 de agosto de 1998 foi designado para ser oficial subalterno na 2ª CIPM em 2007 foi designado para comandar a Companhia de Polícia Militar de Patu
FONTE: LINK JM HOJE

COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

3ª CPM/2º BPM


ORIGEM DA POLÍCIA MILITAR EM APODI


Pesquisamos bastante no sentido de descobrir a origem da Polícia Militar no município de Apodi, mas infelizmente não foi possível. Apenas descobrimos que o início do policiamento nesta cidade se deu no ano de 1857, quando foram instalados o Quartel e a cadeia pública que funcionavam no prédio da Municipalidade (construído no ano de 1835). Em 13 de janeiro de 1871 o comandante do policiamento apodiense era o tenente Francisco César do Rego Barros. O quartel e a cadeia pública funcionou nesse local até o ano de 1930, quando foram transferidos para um novo local, no andar térreo do edifício da Prefeitura Municipal, construído na administração municipal de Francisco Ferreira Pinto (17/4/1895 – 2/5/1934), inaugurado em 29 de março de 1929. O quartel e a cadeia pública de Apodi funcionou nesse local até 17 de setembro de 1983, quando esse prédio foi demolido, daí a cadeia pública e o quartel passou a funcionar numa casa alugada, situada na Rua D. Pedro I, no bairro Baixa da Alegria, até que o governo do Estado, na época José Agripino Maia erguesse um novo quartel, o que realmente aconteceu, construído na Rua Sebastião Sizenando, mas precisamente nas margens direita da BR 405, saída para Pau dos Ferros, que foi inaugurado já na gestão do então governador Radir Pereira de Araújo, no dia 28 de julho de 1986. Nesse local, permaneceu até 2 de abril de 2001, quando foi transferido para à Rua Miguel Ferreira de Araújo, s/nº, no bairro da Rodoviária, mas precisamente no prédio da EMATER-RN, já na condição de Companhia, criada pelo Decreto nº 15.141, de 13 de outubro de 2000, sancionado pelo então governador Garibaldi Alves Filho, publicado no Diário Oficial do Estado do dia seguinte e instalada em 20 de janeiro de 2001, que teve como primeiro comandante, o 1º tenente PM FRANCISCO HERIBERTO RODRIGUES, natural de Ipanguassu-RN, nascido em 6 de setembro de 1967, filho de Francisco Barreto Gonzaga e de Luzia Rodrigues Barreto.


DESTACAMENTO POLICIAL MILITAR DE APODI
O destacamento policial militar começou a funcionar no ano de 1930, porém só conseguimos os comandantes que comandaram este destacamento a partir de 1947. Eis a relação:

Sargento Antônio Cândido de Medeiros - 1947
3º Sgt PM Demostemos Barbalho Bezerra – 19/5/1948
2º Tenente IVO Carlos Pinheiro – 1952
3º Sgt PM Manoel Candido da Costa 11/3/1953
Tenente João Firmino de Sales – 19/02/1954
3º Sgt PM Aldenor Pereira de Melo – 25/5/1954
3º Sgt Estevam Paulo Vieira – 1955

Sargento Mafaldo Magno Guerra - 1955
3º Sgt PM Valdir Martins da Fonseca – 29/04/1956

Tenente João Luiz de França – 3/2/1961
1º Sgt Manoel Peregrino Neto – 17/3/1961
1º Sgt Manoel Emidio Sobrinho 31/5/1961
3º Sgt PM Celso Vieira de Paula - 18/07/1962
3º Sgt PM José Valdir do Nascimento – 1963
3º Sgt PM Guido Alves de Oliveira – 1963
3º Sgt PM Francisco da Silva Oliveira – 1963
Capitão Francisco Viana – 29/3/1964
Capitão Juvenal Andrelino de Souza – 5/1/1966
Sargento PM Celso de Paula Vieira 1968
3º Sgt PM Francisco França Filho – 1968
Sub Tenente Pedro Mumbaça Cavalcante – 9/4/1973
3º Sgt PM Pedro Machado da Costa – 4/6/1975
2º Sgt PM Antonio Justino de Araújo – 01/12/1976
2º Sgt PM Pedro Matias Matoso – 01/10/1977
2º Sgt PM Manoel Batista de Oliveira “BATISTÃO” – 25/5/1978
3º Sgt PM Severino Emiliano da Silva – 9/12/1978
2º Sgt PM Ilauro Antonio da Silva 27/01/1979
2º Sgt PM José da Silva Freire – 24/5/1979
2º Sgt PM Ilauro Antonio da Silva – 14/7/1979
Sub Tenente José Emídio Sobrinho – 16/10/1980
1º Sgt PM Raimundo Ferreira dos Passos – 25/11/1981
2º Sgt PM Severino Emiliano da Silva 2/7/1983
Sub Tenente Pedro Mumbaça Cavalcante – 22/12/1983
Sub Tenente Francisco Ferreira Pontes - 18/1/1984
3º Sgt PM Lourival Florêncio da Silva – 28/1/1984
1º Sgt PM Ilauro Antonio da Silva – 28/4/1987

3º SGT PM JOSÉ MARIA DAS CHAGAS – 28/3/1989.
Este pesquisador foi o último comandante do Destacamento Policia Militar, depois de mim foi instalado o Pelotão PM de Apodi, instalado em 28 de setembro de 1989, que teve como primeiro comandante o 1º tenente PM Josenildo Freire Liberato.

DADOS PESSOAIS DE VÁRIOS EX-COMANDANTES DO DPM DE APODI
A seguir vamos tentar focalizar – de modo simples, mas objetivo – os dados biográficos de vários ex-comandantes do Destacamento Policial Militar de Apodi, cujos comandantes exerciam ao mesmo tempo a função de delegado de polícia. Este pobre coitado pesquisador foi o último comandante do DPM de Apodi, depois de mim, passou a funcionar o Pelotão PM de Apodi. Infelizmente não foi possível dissecar aqui os dados biográficos de todos os ex-comandantes desde 1948, tendo em vista que não encontramos parentes desses policiais militares no sentido de nos fornececer seus dados e suas fotos. Eis alguns deles:
SARGENTO ANTONIO CÂNDIDO DE MEDEIROS, natural de Santa Cruz-RN, nascido em 10 de junho de 1896, filho de José Cândido de Medeiros e de Maria Isabel da Conceição. Faleceu em Natal no dia 4 de abril de 1971, no posto de tenente.
CAPITÃO IVO CARLOS PINHEIRO, natural de Nova Cruz-RN, nascido em 17 de agosto de 1903 e falecido em Natal no dia 10 de fevereiro de 1975, filho de Joaquim Anselmo Pinheiro e Paulina Generosa Pinheiro, casado com Ana Maria da Costa Pinheiro, com um filho de nome Marcelo da Costa Pinheiro. Ingressou na Polícia Militar em 5 de dezembro de 1935, na condição de soldado, vindo do 21º BEC, em Natal, na graduação de Cabo. Em 15 de junho de 1937 foi aprovado no Curso de Formação de Sargento, em 30 de agosto de 1937 foi promovido à graduação de terceiro sargento, e na mesma data foi elogiado pelo Comandante Geral, Tenente Coronel Luís Júlio (10/04/1937 – 13/11/1937), por demonstrado em todos os serviços, disciplina, capacidade e iniciativa própria. Em 2 de abril de 1938 passou a auxiliar a Escola Regimental, e em 1939 foi promovido à graduação de segundo sargento; em 31 de dezembro de 1939 foi novamente elogiado pelo Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel André Fernandes de Souza (13/11/1937 – 03/07/1943), pelo amor dedicado a disciplina. Em 31 de dezembro de 1939 foi designado para servir na então 6ª Companhia Regional de Polícia, sediada na querida e amada cidade de Mossoró, nessa época comandada pelo tenente José Gomes de Souza Bastos (23/12/1937 – 14/07/1941). No ano seguinte foi servir na 1ª Companhia Regional de Polícia, com sede em Caicó. Em 16 de junho de 1942 foi nomeado delegado de polícia do município de São Tome, em 23 de agosto de 1942 foi transferida apara a delegacia de polícia de Ceará Mirim, em 3 de junho de 1943 foi elogiado pelo comandante Geral da Polícia Militar, Coronel André Fernandes. Em 23 de agosto de 1943 assumiu a delegacia de polícia da cidade de Santo Antônio do Salto da Onça e em 16 de abril de 1944 foi nomeado para a delegacia de Florânia. Em 6 de maio de 1944 foi matriculado no Curso de Formação de Oficiais e em 20 de março foi aprovado no CFO. Em 8 de setembro de 1947 foi elogiado pelo comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Aluízio de Andrade Moura (29/11/1946 – 27/12/1950), pela disciplina, gabo e zelo, demonstrado durante a parada militar de sete de setembro. Em E 1º de março de 1949 foi novamente nomeado delegado de polícia do município de Florânia e em 3 de maio de 1950 por ato do Exmº Governador José Augusto Varela (19/01/1947 – 31/01/1951), foi declarado aspirante-a-oficial. Em 2 de março de 1951 foi nomeado suplente de delegado de polícia do município de Caicó e em 8 de abril de 1952 assumiu a Delegacia de Polícia do município de Apodi. Em 3 de maio de 1959 foi designado para exercer as funções de sub-comandante do 1º BPM, em Natal e em 9 de fevereiro de 1962 foi nomeado para comandar a 2ª Companhia de Polícia, sediada em Nova Cruz, atual 8º BPM. Em 29 de novembro de 1962 foi promovido ao posto de Capitão
Prestou relevantes serviços ao Estado e a Polícia Militar onde serviu durante 30 anos. Exerceu as funções de delegado de polícia e delegado especial em vários municípios, bem como a de Interventor no município de Areia Branca, no período de 31 de agosto de 1971 a 31 de agosto de 1971, recebendo a prefeitura do vereador Antonio Damásio da Costa e passando para o dito edil, nomeado pelo Excelentíssimo Sr. Governador Cortez Pereira, de onde recebeu após deixar a Interventoria, o Título de Cidadão areia-branquense pelos bons serviços prestados ao município, durante o período de intervenção.
TENENTE JOÃO FIRMINO DE SALES, natural de Nísia Floresta-RN, nascido em 1º de abril de 1906 e falecido em em Natal no dia 25 de janeiro de 1998, filho de Firmino José de Sales e Joaquina Carolina d Sales. Era casado com Luzia Oliveira Sales, falecida em Natal no dia 22 de junho de 1995. Ingressou na Polícia Militar em 12 de maio de1927. Na condição de sargento, concluiu o Curso de Formação de Oficiais em 1940. Promoções: aspirante a oficial aos 8 de maio de 1944; segundo-tenente aos aos 19 de janeiro de de 1946, por merecimento; primeiro- tenente aos 25 de dezembro de 1951, por antiguidade. Foi comandante do 2º Batalhão de Polícia, sediado em Mossoró no período de 30 de maio de 1956 a 14 de março de 1957.

SARGENTO ESTEVAM PAULO VIEIRA, natural de Martins, nascido em Martins-RN, nascido em 13 de abril de 1914, filho de João Paulo Vieira e de MARIA DA Conceição. Faleceu em Umarizal-RN no dia 15 de novembro de 2003.
SARGENTO MAFALDO MAGNO GUERRA, natural de Apodi, nascido a 2 de maio de 1907, filho de Francisco Solano de Oliveira e de Micarata Auta de Oliveira. Casou-se em primeiras núpcias com dona Ana Chacon, falecida em 3 de março de 1933. Casou-se em segundas núpcias com sua prima Rosa Guerra, com prole de 5 filhos. Na graduação de sargento PM em 1955 exerceu o cargo de delegado de polícia em sua terra natal.
Foi oficial reformado da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Faleceu na cidade de Mossoró no dia 21 de março de 1988.

SUBTENENTE CELSO DE PAULA VIEIRA, natural de Martins-RN, nascido em 18 de maio de 1938, filho de Vicente Ferreira de Paula e de Severina Natividade da Silva. Celso casou-se em Riacho de Santana-RN, com Maria Barbosa Vieira, filha de Francisco Barbosa da Silva e de Antonia Barbosa da Silva, com os seguintes filhos: MARIA ELIZABETE DA NATIVIDADE, MARCONDES BARBOSA VIEIRA, MARCOS BARBOSA VIEIRA, nascido em Apodi; MARIA ELIETE BARBOSA VIEIRA, MARIA ELIENE BARBOSA VIEIRA, MARCELO BARBOSA VIEIRA, MARIA EDILENE BARBOSA VIEIRA, MARIA ELMA BARBOSA VIEIRA e MARINDA BARBOSA VIEIRA. O Subtenente Celso foi delegado em várias cidades da região Oeste Potiguar, tendo como Apodi a sua primeira delegacia no ano de 1962, passando por Martins, Umarizal, Riacho de Santana, Luís Gomes, José da Penha e Caraúbas. Sua primeira delegacia foi a de Apodi, nomeado em 20 de julho de 1963. Antes, já havia sido o primeiro comandante do distrito policial de Rodolfo Fernandes, nomeado através da Portaria nº 373, de 24 de fevereiro de 1961, assinada pelo tenente coronel Ulysses Cavalcante. Atualmente reside na cidade de Mossoró.

SARGENTO JOSÉ VALDIR DO NASCIMENTO, natural de Floresta-PB, nascido em 13 de dezembro de 1935, filho de Severino Inocêncio do Nascimento e de Geraldo Gonçalo do Nascimento. Ingressou na Polícia Militar do Rio Grande do Norte em 2 de maio de 1960, na condição de soldado PM, com o número 60.003.

CAPITÃO JUVENAL ANDRELINO DE SOUZA, natural da Paraíba, nascido em 26 de junho de 1921 e faleceu em Mossoró no dia 9 de junho de 1999. Filho de Manoel Andrelino de Souza e de Celestina Anedina de Souza. Era casado com Marieta Augusta Limeira, natural de São Bento-PB, filha de Graciolio Carlos de Limeira e Francisca Carlos Limeira. Um filho do capitão Andrelino, o sargento DIVALDO ANDRELINO DE SOUZA, natural de Jardim do Seridó-RN, nascido em 7 de outubro de 1944, filho do coronel Juvenal Andrelino de Souza e de Marieta Augusta Limeira. Ingressou na PM em 5 de maio de 1969, na condição de aluno soldado com o número 69.023, foi delegado de vários municípios da regiçai Oeste Potiguar, entre eles, o de Governador Dix-sept Rosado.

SARGENTO PM MANOEL CÂNDIDO DA COSTA, natural de Santana do Matos-RN, nascido a 12 de agosto de 1908, filho de João Cândido da Costa e de Antonia Cardoso de Brito. Faleceu no dia 20 de fevereiro de 2004, na cidade de Guarujá-SP.
SARGENTO JOSÉ DA SILVA OLIVEIRA, natural de Nova Cruz, filho de Manoel da Silva Oliveira e de Maria Josefa da Conceição. Casou-se em 12 de dezembro de 1950, com a jovem apodiense Terezinha Souza de Oliveira, nascida em 30 de junho de 1934, filha de Antonio Tito Jácome de Souza e de Maria de Jesus de Carvalho. Desse consórcio apenas houve um filho de nome Jorge Washington de Oliveira, nascido em 12 de julho de 1960 e falecido com apenas dois meses de idade. Porém, o sargento Oliveira teve um filho extra casamento, trata-se de José da Silva Oliveira Júnior, filho de Rita Targino de Oliveira, criado por dona Terezinha, além de ter criado a pessoa de Robson Kennedy de Oliveira. Sargento Oliveira exerceu a função de delegado de polícia nos seguintes municípios: Dr. Severiano, Rodolfo Fernandes, José da Penha, Marcelino Vieira, Luís Gomes, Alexandria, Tenente Ananias, martins, Antonio Martins, Riacho da Cruz, Apodi, Cel. João Pessoa, Felipe Guerra, Campo Grande , Governador Dix-sept Rosado, Paraú, Areia Branca, Janduís, Acari, Messias Targino. Além de ter trabalhado em Natal, Mossoró e Pau dos Ferros. Ingressou na reserva em 10 de setembro de 1981

SARGENTO PM PEDRO DIAS MATOSO, nasceu na povoação do Encanto, município de Pau dos Ferros, a 19 de maio de 1924 e faleceu em Natal em 18 de junho de 1980 e sepultado em Mossoró, onde residia. Casou-se em 22 de abril de 1859, com a professora Maria Neci Campos Matoso, natural de Pau dos Ferros-RN, nascida a 17 de junho de 1932 e falecida em Mossoró no dia 28 de fevereiro de 1999, filha de Cirilo Fernandes Bessa e de Maria Holanda Campos.


Subtenente JOSÉ EMÍDIO DE SOUZA, natural Patu, nascido a 23 de julho de 1932, filho de Francisco Emídio da Silva e de Maria Amélia da Silva. Foi delegado de vários municípios: Apodi, Itaú, Olho d’àgua do borges. Faleceu nem sua terra natal a 18 de abril de 1992, vítima de insuficiência respirTÓRIA, O QUAL FOI SEPULTADO EM Patu.

SARGENTO GUIDO ALVES DE OLIVEIRA, natural de pau dos Fedrros, nascido em 12 de outubro de 1937, filho de Francisco Alves de Souza e de Joana Alves de Oliveira. Exerceu a função de delegado de polícia em vários municípios da região oeste, entre eles: Alexandria, São Miguel, Pilões, João Dias, Apodi e Rafael Fernandes. Foi transferido para a reserva remunerada no dia 19 de março de 1985. Atualmente reside na cidade de Pau dos Ferros, onde é comerciante. Ele foi soldado do Exército Brasileiro.

Sargento PM MANOEL BATISTA DE OLIVEIRA, conhecido popularmente pela alcunha de “BATISTÃO”, natural de Touros-RN, nascido a 22 de outubro de 1939, filho de Isaurina Batista de Oliveira. Durante o tempo em que integrou as fileiras da amada e querida Polícia Militar do Estado do Rio grande do Norte, teve como característica a correção e coragem. A sua escrita era praticamente um carimbo. Por isso, quando necessitavam transcrever texto à mão, o subtenente Batistão era escolhido. Físico avantajado, daí ser tratado como “BATISTÃO”. Dizia-se que ele praticava artes marciais. Seu veículo sempre foi um Jeep Willis e nunca precisou de macaco para troca de pneus, com sua força levantava o veículo e tirava e colocava o pneu. Foi delegado em várias cidades da Região Oeste, entre elas: Apodi, Governador, Governador Dix-sept Rosado, Olho D’água do Borges e São Miguel. Nessa cidade participa de um grande tiroteio, enfrentando sozinho vários pistoleiros, saindo sem sofrer nada. Em Apodi prendeu o todo poderoso Francisco Sobrinho Ferreira, grande líder político em Severiano Melo. Foi uma grande luta dos políticos da região que ele liberasse Sobrinho Ferreira, mas não atendeu nem mesmo o governador na época, na pessoa do Dr. Lavoisier Maia. De imediatamente foi exonerado do cargo, mas deixou Sobrinho Ferreira preso na cadeia pública de Apodi. Se considerado “durão”, por outro lado tinha a boa fama de zeloso, no cumprimento do dever. Estando à frente da delegacia, mantinha relações amistosas com as autoridades municipais, porém, nunca deixou transparecer qualquer sinal de fraqueza. Atendia bem as autoridades judiciárias, porém, tudo dentro dos limites. Certa vez em Apodi, chega no Quartel de Apodi, à época situado no 1º andar do prédio onde hoje funciona a Prefeitura de Apodi, a pessoa do Dr. Sidiney, Juiz de Direito de Apodi, encontrando na calçada o soldado Diniz, daí a autoridade judiciária mandou que Diniz fosse até onde se encontrava Batistão e dissesse ao mesmo que o Juiz queria falar com o mesmo. Recebido o recado, Batistão determinou que Diniz retornasse e dissesse ao juiz que as mesmas passadas que ele dava para vir até a ele, eram as mesmas que ele dava para ir até ao Dr. Sidiney. Recebido o recado curto e grosso, o Dr. Sidney não teve alternativa a de retornar para seu gabinete no fórum local. Na sede do 2º Batalhão em Mossoró, era sempre designado para comandar guarnição. Só a sua presença à frente de uma patrulha, inspirava respeito total. Na construção do prédio do novo quartel do 2º BPM em Mossoró, foi escolhido para a função de apontador, pelo alto senso de responsabilidade e inquestionável honestidade.

SUBTENENTE RAIMUNDO FERREIRA DOS PASSOS, nascido em 26 de abril de 1938, filho de João Francisco dos Passos. Por vários anos foi escrivão da 2ª Delegacia de Polícia de Mossoró, sendo um escrivão de mão cheia. Aprendi muto com ele, tendo em vista que trabalhei com ele na Delegacia de Polícia de Apodi, nos anos de 1982 e 1983. Foi delegado de polícia de Apodi, Grossos, Governador Dix-sept Rosado e vários outros municípios da região Oeste potiguar. Ingressou na reserva remunerada em 19 de abril de 1989. Atualmente pertence ao efetivo do Destacamento da Guarda Patrimonial de Mossoró.

SUBTENENTE PEDRO MUMBAÇA CAVALCANTE, natural de Martins-RN, nascido em 25 de abril de 1923, filho de João Mumbaça Cavalcante e de Maria Augusta da Conceição. Em 1º de julho de 1951, aos 18 anos ingressou nas Forças Armadas, mas precisamente no Exército Brasileiro, passando 9 anos meses, tendo sido promovido a cabo e posteriormente foi aprovado no Curso de Formação de Sargento, porém, não foi possível ser promovido, primeiramente por falta de vagas e em segunda lugar, haja vista ter sido dispensado do Exército em 9 de junho de 1960. Três meses depois, mas precisamente em 22 de setembro de 1960 ingressou na gloriosa e amada Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, na condição de 3º sargento, tendo sido o primeiro colocado do curso. Exerceu a função de delegado nos seguintes municípios Martins, Umarizal, Felipe Guerra, Baraúna, Apodi, além de ter exercido o cargo de primeiro suplente de delegado no município de Macau, inclusive, por diversas vezes assumiu a titularidade interinamente da delegacia de polícia de Macau. Ingressou na reserva remunerada em 26 de março de 19885, no posto de 2º tenente PM. Na reserva remunerada em 2 de fevereiro de 1995 foi nomeado pelo então comandante do 2º BPM, em Mossoró, Fábio José Moreira, primeiro chefe do SPI-Serviço de Pessoal Inativo do Batalhão 30 de Setembro. Em 30 de dezembro de 1997 fundou em Mossoró e região Oeste a Guarda Patrimonial do Rio Grande do Norte, sendo o primeiro policial militar inativo nem Mossoró a ingressar na Guarda Patrominial, passando a ser o Coordenador da instituição, até o ano de 2002, quando passou o bastão para o 1º tenente MM RR QOAPM Durval Ribeiro da Silva. Pedro Mumbaça casou-se com Ozair Paulo da Silva, natural de Martins-RN, nascida em 25 de agosto de 1937, filha de Francisco Paulo da Silva, com dois filhos: Pedro Mumbaça Cavalcante Filho, nascido em 3 de fevereiro de 1965 e Liduina Paulo Cavalcante, nascida em 6 de setembro 1970 e falecida em 14 de outubro de 2001.

SARGENTO SEVERINO EMILIANO DA SILVA, natural de Araruna-PB, nascido a 27 de setembro de 1944, filho de João Emiliano da Silva e de Josefa Gomes da Silva. Casado com Almira Ferreira Felix, nascida em 11 de abril de 1961, com os seguintes filhos: Jailma Emiliano da Silva, nascida em 13 de agosto de 1981, Jackson Emiliano da Silva, nascido em 28 de abril de 1983, Jefferson Emiliano da Silva, nascido em 28 de maio de 1979, e Jailson Emiliano da Silva, nascido em 1974. Foi delegado de polícia em vários municípios, entre eles: Apodi, Baraúna, Grossos, Tibau e Governador Dix-sept Rosado. Ingressou na reserva remunerada no dia 31 de dezembro de 1992. Formouse em advocacia pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, exercendo sua nova profissão na cidade de Mossoró. Atualmente pertence ao efetivo do Destacamento da Guarda Patrimonial de Mossoró.
SARGENTO PM FRANCISCO FERREIRA PONTES, natural de Pau dos Feros-RN, nascido em 27 de outubro de 1937, filho de João Ferreira Pontes e de Josefa Nogyueira de Queiroz. Ingressou na Polícia Militar em 8 de maio de 1957. Em 1966 foi promovido a graduação de subtenente, antes já havia sido cabo, 3º sargento, 2º sargento e 1º sargento. Casou-se em primeiras núpcias com Hadi de Freitas Pontes, natural de Pau dos Ferros, com os seguintes filhos: Jussara de Freitas Pontes, Jesuam de Freitas Pontes, Jaqueline de Freitas Pontes, Jean de Freitas Pontes e Jorian de Freitas Pontes. Casou-se em segundas núpcias com Maria Vilani Mendonça, natural de Areia Branca, com dois filhos: Felipe Mendonça Pontes e Camila Mendonça Pontes. Sempre foi da mais alta confiança de vários comandantes do 2º BPM, sediado em Mossoró. Quando ingressei na PM em 1980, ele estava no posto de subtenente e era o Furriel do quartel em Mossoró, responsável pelo pagamento de todos os policiais militares da região Oeste Potiguar e eu era seu auxiliar, onde preenchia os contracheques que na época era uma folha de ofício e preenchido através de caligrafia. Nos desfiles cívicos dos 7 e 30 de setembro, à frente da tropa, vinha o subtenente Pontes, arrancando aplausos, em marcha cadenciada ao som de dobrados executados pela competente banda de Música do 2º BPM. Antes de vir para Mossoró ele trabalhou com o coronel Bento de Medeiros, este pai do Dr. Maurílio Pinto, em missões especiais e mais precisamente servindo de escrivão. Aprendeu a lição, inteligente privilegiada, aplicou a técnica desenvolvida pelo saudoso coronel Bento, cognominado “caçador de pistoleiros”, em interrogatórios e demais altos inquérito policial. Subtenente exerceu a função de delegado de polícia em vários municípios, entre eles o de Apodi, Patu, Caraúbas e Areia Branca. Ele é maçom e respeitado em todos os recantos de minha querida e amada cidade de Mossoró e da região pela sua maneira tratável. Orgulho da PM e da Unidade onde serviu por mais de 30 anos. Atualmente exerceu a função de de Fiscal Administrativo do Destacamento da Guarda Patrimonial de Mossoró. Faleceu em 2008

SARGENTO LOURIVAL FLORÊNCIO DA SILVA, natural de Assu-RN, nascido em 25 de agosto de 1933, filho de Manoel Florêncio da Silva e de Maria Júlia da Silva. Ingressou para a reserva remunerada em 30 de dezembro de 1987. Exerceu a função de delegado de polícia dos municípios de Assu e Apodi.

SARGENTO ILAURO ANTONIO DA SILVA, natural de Angicos-RN, nascido a 3 de janeiro de 1940, filho de Otávio Antonio da Silva e de Maria Batista da Conceição


SUBTENENTE JOSÉ MARIA DAS CHAGAS, natural de Mossoró, nascido em 6 de junho de 1961, filho de Manoel Francisco das Chagas (ASSU, 20/5/1920 – MOSSORÓ, 2/2/1995) e de Luzia Francisca da Conceição 12/12/1937 – 11/1/1971). Ingressou na PM em 2 de julho de 1980, na condição de aluno soldado, com o número 80.412, no estado efetivo do 2º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Mossoró. No dia 11 de dezembro de 1987 concluiu o curso de formação de sargentos, no CFAP, em Natal. Em 21 de abril de 1994 foi promovido à graduação de 2º sargento, em 16 de dezembro de 1997 concluiu o CAS-Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos, realizado na Academia de Polícia Militar “Cel Milton Freire”, em Natal; em 25 de dezembro de 1998, foi promovido à graduação de 1º sargento; e em 25 de agosto de 2003 foi promovido a graduação de subtenente. Exerceu a função de delegado de polícia nos seguintes municípios: APODI, FELIPE GUERRA, ITAÚ, RODOLFO FERNANDES, GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO, TENENTE ANANIAS, MARCELINO VIEIRA e SEVERIANO MELO, além de ter exercido a função de comandante dos pelotões PM de São Miguel e Apodi e do Destacamento Policial de Dr. Severiano, como também exerceu as funções de sargenteante das seguintes Companhias: 2ª COM/2º BPM, em Pau dos Ferros, 3ª COM/7º BPM, em Alexandria e 3ª COM/2º BPM, em Apodi, além se ter sido escrivão ad-hoc de polícia na Delegacia de Polícia por vários anos. Chegou em Apodi em 17 de de fevereiro de 1982 e casou-se em 15 de setembro de 1983, com Maria Eliete Bezerra das Chagas, natural de Apodi, nascida em 23 de agosto de 1963, filha de Benedito Bezerra de Morais (20/1/1928) e de Rita Maria da Luz (2/2/1929 – 5/10/1982), com os seguintes filhos: MARIA PATRÍCIA BEZERRA DAS CHAGAS (17/8/1984 – 8/11/1985) JOTAEMESHON JOSÉ WHAKYSHON BEZERRA DAS CHAGAS (01/10/1986), ANTONIO JACKSHON BEZERRA DAS CHAGAS (24/3/1988 – 24/5/1988), e MARILIA JULLYETTH BEZERRA DAS CHAGAS (29/11/1990). Atualmente convive com KELLY CRISTINA TORRES, desde de 1998, natural de Apodi, nascida em 28 de outubro de 1976, filha de Antonio Jardim Torres (8/01/1924 – 2/9/1989) e Francisca Gomes Torres (7/2/1939 – 19/7/2005), com um filho; JOSÉ MARIA DAS CHAGAS JÚNIOR, nascido em 17 de julho de 1999. É autor do livro “CHIQUINHO GERMANO – A ÚLTIMA LIDERANÇA DO S ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR’, editado pela GL GRÁFICA – Mossoró, publicado em 4 de agosto de 2006. No ano de 1997 assinava uma coluna no extinto jornal Folha de Apodi, fundado pelo saudoso José de Walter, denominada de JM-INFORMANDO E COMENTANDO. Atualmente encontra-se escrevendo dois livros: A HISTÓRIA DO APODI e BIOGRAFAIA E GENEALOGIA SEVERIANSE. O Subtenente Jota Maria chegou no Apodi em 1982 e até hoje reside nesta cidade, apesar de ter trabalhado em 18 cidades, mais sempre teve Apodi como ponto de apoio. Hoje EU afirma categoricamente que é SOU MOSSOROENSE DE NASCIMENTO e APODIENSE DE CORAÇÃO.
PELOTÃO DESTACADO POLICIAL MILITAR DE APODI
O Pelotão PM de Apodi havia sido criado pela Portaria nº 010/84, de 24 de abril de 1984, publicada no BCG Nº 078/84. Porém, somente foi ativado através da Portaria nº 232/89-PM-EMG, de 19 de setembro de 1989, que teve como primeiro comandante o tenente Josenildo Liberato, natural de Campo Grande-RN, nascido em 12 de outubro de 1961, filho do subtenente PM José da Silva Freire e de Ana Liberato Freire, o qual havia ingressado na PMRN em 1º de fevereiro de 1989, na condição de aluno-sargento, no CFAP, posteriormente concluiu o CFO-Curso de Formação de Oficiais. No dia 29 de setembro de 1989 foi nomeado pelo comandante da Polícia Militar para instalar e comandar o Pelotão PM de Apodi, que substituiu o último comandante do DPM de Apodi, na pessoa do 3º Sgt PM José Maria das Chagas, natural de Mossoró, nascido em 6 de junho de 1961, filho de Francisco Manoel das Chagas e de Luzia Francisca da Conceição.



EX-COMANDANTES DO PELOTÃO
1º - 1º tenente PM Josenildo Freire Liberato – 28/9/1989

2º - 1º tenente Severino Pereira da Costa – 20/01/1991
3º - 1º tenente PM João Maria dos Santos – 15/2/1992
4º - 1º Sgt PM Armando Vicente Rodrigues – 23/4/1996
5º - 2º Tenente Francisco Fernando de Farias – 23/4/1996
6º - 2º Sgt PM José Maria das Chagas – 4/5/1998
7º - 2º tenente PM Francisco de Assis Batista – 4/6/1998
8º - 2º tenente PM Rodrigo Trigueiro Felix da Silva – 29/12/1999
10º - 2º tenente PM José Marcos Honorato de Carvalho – 44/5/1999
12º - 2º tenente Wallace Rússevel Diógenes Queiroz – 21/2/2000
13º - 2º tenente PM Maximiliano Luiz Bezerra do Nascimento –
14º - 2º tenente PM Francisco Heriberto Rodrigues Barreto – 27/10/2000.
Em 20 de janeiro de 2001 o Pelotão PM de Apodi foi extinto devido a instalação da 3ª COM/2º BPM, que teve como primeiro comandante o 2º tenente Rodrigues.

DADOS PESSOAIS DE VÁRIOS EX-COMANDANTES DO PELOTÃO PM DE APODI
A seguir vamos tentar focalizar – de modo simples, mas objetivo – os dados biográficos de vários ex-comandantes do Pelotão Policial Militar de Apodi, cujos primeiros comandantes exerciam ao mesmo tempo a função de delegado de polícia. Isto é, até 8 de dezembro de 1998, quando foi instalada a Delegacia de Polícia Civil de Apodi administrada por um delegado da Polícia Civil. Nessa época o titular da DP de Apodi era o tenente Francisco de Assis Batista, que havia sido nomeado em 4 de junho de 1998 e passou para o bacharel Renato da Silva Oliveira. Eis alguns a biografia de alguns deles:


TENENTE JOSENILDO FREIRE LIBERATO, natural de Campo Grande-RN, nascido em 12 de outubro de 1961, filho do subtenente PM José da Silva Freire e de Ana Liberato Freitas. Ingressou na PM no dia 1º de fevereiro de 1979, como aluno sargento, no CFAP, em Natal-RN. Ao terminar o Curso de Formação de Sargentos foi designado para servir no 2º BPM, em Mossoró, posteriormente concluiu o Curso de Formação de Oficiais. Como oficial da PM foi designado para ser delegado de polícia e comandante do Pelotão PM Destacado de Areia Branca. Foi o primeiro comandante do Pelotão PM de Apodi. No ano de 1996 deixou a PM e ingressou na Polícia Federal. Posteriormente ingressa na magistratura, como Juiz de Direito

TENENTE SEVERINO PEREIRA DA COSTA, natural de Maceió-AL, nascido a 3 de fevereiro de 1956, filho Henrique Pereira da Costa e de Cícera Lyra. Ingressou na PM em 27 de fevereiro de 1980, conforme Boletim Interno da PMRN, nº 039, na condição de aluno-a-oficial

TENENTE JOÃO MARIA DOS SANTOS, natural de Natal, nascido em 3 de junho de 1961, filho de Altino Geraldo dos Santos e Anelita Martins dos Santos. Ingressou na PM em 22 de janeiro de 1982, na condição de aluno-a-oficial.
1º SGT PM ARMANDO VICENTE RODRIGUES, natural de São José de Mipibu-RN, nascido a 19 de maio de 1959, filho de Antonio VICENTE Rodrigues e de Enésia Vicente Rodrigues, com 1,61m de altura. Ingressou na PM em 22 de março de 1984, conforme BCG Nº 055, na condição de aluno sargento, concluindo o CFS no CFAP, em Natal. Armando exerceu o cargo de delegado de polícia nos municípios de Cel. João Pessoa, Portalegre, Viçosa, Raicho da Cruz e por último na cidade de Apodi. Conquistou uma grande liderança política em Viçosa, no ponto de candidatar sua esposa Dulce como candidata a vice-prefeita na chapa do Dr. William, cuja chapa era tida como vitoriosa, daí, quem sabe, seus adversários políticos encomendaram sua morte por pistoleiros de aluguel. Até hoje ninguém sabe quem foram os mandantes e assassinos dessa morte. Apenas suspeitas que foi motivo político, em virtude da vítima em discurso num comício disse se uma esposa eleita fosse iria descobrir os ladrões da prefeitura de Viçosa, além de descobrir os mandantes e pistoleiros da chacina de Viçosa, ocorrência registrada no interior da Delegacia de Polícia no ano de 1992, quando foram assassinados com mais de 20 tiros os indivíduos Jailson Monteiro da Silva, vulgo “BRINQUEDO DO CÃO” e Lindomar Lúcio da Silva, tendo como suspeita o ex-tenente da PMRN Gurgel Moises Filho, como um dos executores e como mandante o ex-prefeito do município de Caraúbas, Raimundo Amorim Fernandes, que foi assassinado no ano de 1993, por Emerson Carneiro; e pelo ex-prefeito de Viçosam Kerginaldo Forte.
Armando era casado com Maria Dulcineide Rodrigues da Silva, que foi candidata a vice-prefeita pela legenda do PSDB, na chapa de William Pinto, nas eleições de 6 de outubro de 1996, tendo sido derrotado por 30 voros.
Armando foi assassinadoem 1997
TENENTE FRANCISCO FERNANDO DE FARIAS
2º SGT PM JOSÉ MARIA DAS CHAGAS – ver-se biografia no item DPM

TENENTE FRANCISCO DE ASSIS BATISTA, natural de Angicos-RN, nascido em 4 de outubro de 1947, filho de pai não declarado e de e de Francisca Romana da Silva, com 1,61m de altura. Ingressou na Polícia Militar em 6 de março de 1970, na condição de soldado PM, com o número 70.065, passando pelas graduações de cabo, 3º sargento, 2º sargento, 1º sargento e subtenente. Em 1995 ingressa no oficialato da PM, concluindo o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais na APM Cel Milton Freire, em Natal.


TENENTE RODRIGUES TRIGUEIRO FELIX DA SILVA, natural de Natal, nascido em 14 de junho de 1971, filho do Coronel PM Valdenor Félix da Silva e de Maria Lúcia Trigueiro Feliz. Ingressou na PMRN em 30 de fevereiro de 1992, na condição de aluno-a-oficial.

TENENTE MAXIMILIANO LUIZ BEZERRA FERNANDES, natural de Mossoró, nascido em 4 de junho de 1974, filho do Coronel PM José Lopes Fernandes e de Maria Valderila Bezerra Fernandes. Ingressou na PMRN em 23/12/1994.

TENENTE JOSÉ MARCOS HONORATO DE CARVALHO, natural de Marcelino Vieira, nascido em 8 de dezembro de 1970, filho de Francisco Honorato Lopes e de Maria de Souza Carvalho Lopes – 23/12/94. Tenente Carvalho exerceu o cargo de comandante do Pelotão de São Miguel e atualmente é comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar, com sede na cidade de Areia Branca, desde 3 de agosto de 2005. Foi promovido ao posto de Capitão em dezembro de 2006.
FOTO - GAZETA DO OESTE

TENENTE WALLACE RUSFEVEL DIÓGENES DE QUEIROZ, natural de Pau dos Ferros, nascido em 15 de janeiro de 1971, filho de Bernardo Pessoa de Queiroz e de Mônica Maria Diógenes de Queiroz. – 23/12/94.

INSTALAÇÃO DA TERCEIRA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR
A instalação da 3ª CPM/2º BPM, com sede na cidade de Apodi ocorreu no dia n o dia 20 de janeiro de 200l, e em 20 de janeiro de 2007 transcoreu o sexto aniversário da Terceira Companhia de Polícia Militar, sediada na cidade de Apodi, subordinada ao Segundo Batalhão de Polícia Militar (Mossoró). A 3ª CPM/2º BPM foi criada através do Decreto 15.141, de 13 de outubro de 2000, sancionado pelo então governador Fernando Freire . Esta unidade policial militar foi instalada em 20 de janeiro de 2001, funcionando no prédio da EMATER/RN, situado na Rua Miguel Ferreira de Araújo, s/nº, no bairro Rodoviária, que teve como primeiro comandante o 1º tenente PM Francisco Heriberto Rodrigues Barreto, natural de Ipanguassu-RN, nascido a 6 de setembro de 1967, filho de de Francisco Barreto Gonzaga e Luzia Rodrigues Barreto, o qual havia ingressado na gloriosa e amadadíssima Polícia Militar em 1988, como soldado PM, com o número 88.516, e em 23 de de dezembro de 1994, ingressa no CFO-Curso de Frmação de Oficiais. O tenente Heriberto comandou a nova Companhia de Polícia até 1º de abril de 2002, pasando o cargo para seu substituto, o Capitão PM Leônidas Evaristo Guimarães. Desde de sua instalação até a presente data, a 3ª CPM já teve os seguintes comandantes:
DECRETO QUE INSTITUI O 7º BPM E TRANSFERIU A 3ª CPM DE ALEXANDRIA PARA APODI
DECRETO Nº 15.141, DE 13 DE OUTUBRO DE 2000
Institui os 7º e 8º Batalhões de Polícia Militar na estrutura básica da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte e dá outras providências.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 64, inciso V, da Constituição Estadual, combinado com o artigo 46 da Lei Complementar nº 090, de 4 de janeiro de 1991,
DECRETA:
Art. 1º - Ficam instituídos na estrutura da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte 7º Batalhão de Polícia Militar (7º BPM) e o 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM), como ´rgãos de execução, unidades operações subordinads ao Comando de Policiamento do Interior (CPI), com sede nas cidades de Pau dos Ferros e Nova Cruz, respectivamente, conforme organogramas e quadros de organização constantes dos anexos I, II, III e IV deste Decreto, em substituição a 2ª Companhia Independente de Polícia Militar (2ª CIPM) e 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (4ª CIPM), que ficam extintas.
Art 2º - As atividades e as atribuições do 7º BPM e do 8º BPM serão reguladas pela Lei Complementar nº 090, de 4 de janeiro de 1991, que dispõe sobre a Organização Básica da Polícia Militar, Lei nº 4.630, de 16 de dezembro de 1976. que dispõe sobre o Estatuto da Polícia Militar e Diretrizes do Comando Geral.
Art. 3º - Constituem elementos de execução do 7º BPM as 1ª, 2ª e 3ª Companhias de Polícia Militar, com sede em Pau dos Ferros, Patu e Alexandria, respectivamente.
Art. 3º - Constituem elementos de execução do 8º BPM as 1ª, 2ª e 3ª Companhias de Polícia Militar, com sede em Nova Cruz, Canguaretama e Santa Cruz, respectivamente.
Art. 5º - A 2ª CPM/2º BPM sediada em Patu passará a ter sua sede em Mossoró e a 3ª CPM/2º BPM sediada em Alexandria, passará a ter a sua sede em Apodi
Art 6º - As despesas decorrentes da execução do presente Decreto correrão por conta das dotações própria do Orçamento Geral do Estado.
Art. 7º - Este Dercreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal, 13 de outubro de 2000, 112º da Republica.
GARIBALDI ALVES FILHO
Josemar Tavares Câmara
(Publicado no DOE-RN, edição nº 9.858, de 14 de outubro de 2000 – Sábado).


OFICIAIS QUE COMANDARAM A 3ª CPM
1° TENENTE PM

FRANCISCO HERIBERTO RODRIGUES BARRETO
20/01/2001
01/04/2002

LEONIDAS EVARISTO GUIMARÃES
01/04/2002

03/05/2003
CAP PM

FRANCISCO EDUARDO DA SILVA
03/05/2003

03/01/2004
CAP PM

ALESSANDRO DE OLIVEIRA GOMES
03/01/2003

11/08/2004


LEONIDAS EVARISTO GUIMARÃES
11/8/2004
03/05/2005

03/05/2005
-12/03/2009

CAP PM REGINALDO NUNES DA SILVA
12/03/2009






DADOS BIOGRÁFICOS DOS OFICIAIS QUE JÁ COMADARAM A 3ª CPM

TENENTE PM FRANCISCO ERIBERTO RODRIGUES, natural de Ipanguassu-RN, nascido em 6 de setembro de 1967, filho de Francisco Barreto Gonzaga e de Luzia Rodrigues Barreto. Ingressou na PM-RN no ano de 1988, como aluno soldado, com o número 88.156, passou pela graduação de Cabo PM e no dia 23 de dezembro de 1994 ingressa no CFO-Curso de Formação de Oficiais. Como comandante foi responsável pela instalação da companhia e construiu o alicerce do alojamento dos Praças. Seu auxiliar foi o sargento Miguel Pereira da Silva.

CAPITÃO LEONIDAS EVARISTO GUIMARÃES, natural de Santa do Matos-RN, nascido em 29 de abril de 1955, filho de José Guimarães Sobrinho e de Ana Moreira Guimarães. Ingressou na PM-RN a 26 de janeiro de 1976, como aluno soldado, com o número 76.011. Em 1979 fez o CFS-Curso de Formação de Sargentos, no CFAP, em Natal. Em 1996 concluiu o CHO-Curso de Habilitação de Oficiais, na Academia de Polícia Militar, em Natal. Exerceu a função de delegado de polícia em várias cidades. Como oficial comandou o Pelotão PM de Lajes, e comandou as CPM’s; 1ª COM/2º BPM, em Mossoró, 2ª COM/2º BPM, Mossoró e a 3ª COM/2º BPM, sediada em Apodi em dois períodos. Foi subcomandante da 1ª CIPM, em Macaíba. Faleceu em 2008


- CAPITÃO EDUARDO FRANCISCO DA SILVA, natural de Natal, nascido em 22 de janeiro de 1970, filho de Carlos Francisco da Silva e de Elizabete do Carmo da Silva. Ingressou na PMRN no dia 4 de maio de 1992, na condição de aluno soldado, no estado efetivo do CFAP, em Natal, vindo das fileiras da Marinha Brasileira, na qual serviu no período de 01/02/1989 a 01/02/1990. No dia 10 de janeiro de 1994 ingressou no CFO-Curso de Formação de Oficiais, passando dois anos na APM “CEL PM ANTONIO MEDEIROS DE EVEDO” (18/7/1935), em Salvador-BA, com a criação da APM “Cel Milton Freire”, em Natal, sua turma foi transferida para Natal, cuja turma foi a primeira a se formar na APM-RN (criada pela Lei nº6.721, de 7/12/1994 e instalada em 20/12/1994, que teve como primeiro comandante o Tenente Coronel Franklin Firmino da Silva, de 25/12/94 – 2/9/97. O primeiro colocado dessa turma foi o aluno Francisco Everton Paraguai Costa, natural de Natal, nascido a 30/6/1967, então 3º Sgt PM Nº 88.423. Eduardo casou-se em 17 de dezembro de 1993, com Maria Fernandes da Silva, natural de Natal, nascida em 19 de janeiro de 1972, filha de Carlixto Fernandes Sobrinho e de Francisca Carlos da Silva. O Capitão é um dos oficiais da PM RM mais honesto, a prova disso foi que ao assumir a companhia de Apodi herdou de seu antecessor uma grande dívida de 16 mil reais e no pequeno espaço de 6 meses a quitou e ainda deixou em caixa um saldo de quase 3 mil reais, entre alimentação, combustível e material de construção. Por ser um honesto e justo e sem se deixar se levar por político foi vítima da politicagem sendo exonerado em seu sexto mês como comandante. Apodi perdeu um grande comandante. Foi o único comandante que não usufrui de um único centavo da companhia, nem sequer usava combustível da companhia em seu veículo. Em sua administração não aceitou receber contribuição de ninguém, nem mesmo da Prefeitura Municipal de Apodi, apesar de sofrido muito para quitar a herança maldita deixada pelo Capitão Leônidas. Quando chegava a verba da Companhia nem sequer ia ao banco, mandava seu auxiliar e esse já dividia com a pequena quantia com os fornecedores da Companhia, nas pessoas de Titico de Chavinha, Batista do Posto e Humberto de Luizinho Freire. Seu auxiliar diretamente foi o sargento PM José Maria das Chagas.
CAPITÃO ALESSANDRO GOMES DE OLIVEIRA, natural de Natal, nascido a 6 de janeiro de 1971, filho de Antonio Ferreira Gomes e de Raquel de Oliveira Gomes. Ingressou na PM a 30 de janeiro de 1992, na condição de aluno-a-oficial. Foi um grande comandante tanto na diminuição do alto índice de crimes em Apodi e região, como também numa melhor estrutura da companhia. Sem receber nenhuma verba, nem do estado e nem da prefeitura construiu o alojamento dos Praças, deixando somente o acabamento terminado pelo tenente Aderlan. Capitão Gomes é o atual comandante do 2º DPRE, em Mossoró, desde 3 de agosto de 2005, que substituiu o Major PM Elyause Moreira da Silva Júnior.


TENENTE ADERLAN BEZERRA DE ARAÚJO, natural de Caicó, nascido em 25 de abril de 1972, filho de Aderbal Bezerra da Cunha e de Marlete Pereira de Araújo. Ingressou na em 1997 na condição de aluno-a-oficial, formado na APM “Cel Milton Freire”, em Natal. Foi declarado aspirante-a-oficial em 20 de dezembro de 2000, em 25 de agosto de 2001 foi promovido ao posto de 2º tenente e em 21 de abril de 2004 foi promovido a 1º tenente PM. Em 30 de maio de 2005 assumiu o comando da 3ª Companhia de Polícia Militar, sediada na cidade de Apodi, subordinada ao 2º Batalhão de Polícia Militar.. Casou-se em Caicó-RN, no dia 8 de novembro de 2001, com a senhorita Fernanda Ronize de Oliveira Dantas,natural de Caicó-RN, nascida em 22 de novembro de 1973, filha de Dimas Dantas e de Francisca de Oliveira Dantas, pai de duas filhas: ANNE CAROLINE DANTAS, nascida em 27 de setembro de 2004, e FELIPE HENRIQUE DANTAS BEZERRA, nascido em 20 de março de 2006. O tenente Aderlan está fazendo uma grande administração, assim que assumiu a subunidade apodiense começou a obra de acabamento do alojamento de Praças, deixando-o um dos melhores do alojamento de Praças da Polícia Militar, com televisão, ar-condicionado e cama, além de um ótimo banheiro com seis chuveiros Posteriormente construiu um outro alojamento para alojar a guarnição de serviço, com banheiro, com televisão e ar condicionado; construiu a sala de rádio; um novo material bélico, uma nova cozinha e uma belíssima sala de aula; como também uma Sargenteação, com computador e internet. Hoje, a estrutura da Companhia encontra-se preparada para ser sede de Companhia Independente ou até mesmo de um Batalhão. Apodi, com 35 mil habitantes, já deveria ser sede de Batalhão, haja vista que outras cidades de menor porte de Apodi é sede de Batalhão, como é o caso de Pau dos Ferros, com apenas 20 mil habitantes.

mais

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DO RN, COM 62 BLOGS E MAIS DE 2 MIL LINKS

STPM JOTA MARIA

STPM JOTA MARIA
CRIADOR DO PORTAL OESTE NEWS

Quem sou eu

Minha foto
ESTE É O 9º BLOG DO PORTAL OESTE NEWS, CRIADO PELO STPM DA RR PM JOTA MARIA, DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

LINKS POLICIAIS